Paulo  Robalo

O Homem no Abismo - 2011

O Homem no Abismo

"Ser imortal é coisa sem importância. Excepto o homem, todas as criaturas o são, porque ignoram a morte”.

O Homem no abismo Serie de pinturas tendo como referência textos sobre a imortalidade do Escritor Jorge Luis Borges. Neste processo desenvolvem–se relações pictóricas espaciais e temporais entre o homem e o mergulho num espaço vazio ,o Homem e um buraco e o homem e a morte.

(...) Ninguém é alguém, um único homem imortal é todos os outros homens. sou deus, sou herói, sou filósofo, sou demónio e sou o mundo, o que é uma forma cansativa de dizer que não sou.
“Existe un río cuyas aguas dan la inmortalidad; en alguna región habrá otro río cuyas aguas la borren …”
“La muerte (o su alusión) hace preciosos y patéticos a los hombres. “
“Tudo, entre os mortais, tem o valor do irrecuperável e do perdido…”
“Nada puede ocurrir una sola vez, nada es preciosamente precario”


Paulo Robalo

O Homem no Abismo

Sair

O Homem no Abismo

por Paulo Robalo