Paulo  Robalo

Kushti - 2010

Kushti

Luta praticada actualmente na índia , Paquistão e Irão , teve origem há cinco mil anos, com extensões ancestrais pelo actual território da Mongólia.

Dois opositores (opostos?) , lutadores humildes despidos de quase todos os bens mas obrigados a razões de fé , espiritualidade e valores humanos , enfrentam-se para se superarem e ganharem créditos no caminho da iluminação, o verdadeiro poder dos Deuses .

Num caminho de grandes canseiras, habitam , convivem e treinam durante décadas, obsessivamente em Akharas , catedrais de luta e luminosidade pictórica com atmosferas teatrais.

O Treino físico intenso fortifica e desenvolve os músculos e a flexibilidade e consiste fundamentalmente, numa série de exercícios, também comuns, por exemplo no Hata-yoga , em que se utiliza o peso do próprio corpo ou o de um companheiro.

De acordo com a Escola Filosófica Samkhya, tudo no Universo – pessoas, acções, alimentos - são uma mistura – mais ou menos pura – de três estados/condições: Gunas / sattva: Calmo / Bom; rajás /: Apaixonado / Activo; e Tamas: Melancólico /l etárgico.

Sendo a luta Kushti, uma actividade vigorosa, a sua natureza é essencialmente Rajasic. Assim e no sentido de procurar a Harmonia e equilíbrio, os seus praticantes ingerem alimentos essencialmente Sattvas: Leite, Ghee e amêndoas. Os lutadores devem evitar comidas picantes, chatnies , achares e chaat.

O campo da, luta constituído por terra polvilhada de barros , leite e ghee com dimensão variável 20x20 metros, é a arena ,espaço para os olhares e ambições dos pobres. O melhor público do mundo para a construção dos sonhos. Nestas arenas, as variantes indianas dos gladiadores romanos representam-se as misérias e expectativas da condição humana.

No kushti, um afectado observador ocidental questiona confrontos num espaço de penumbra, sagrado, em palcos ajaezados de terra.

Paulo Robalo

Kushti

Sair

Kushti

por Paulo Robalo

la brutalité du fait

165cmx125cm técnica mista

o ser só dura um instante

125x165cm | técnica mista

as garras agarradas ás cegas

125cm x 165cm | técnica mista

Arquejando furiosos em direcção ao socorro

165cmx125cm | técnica mista encautica sobre tela

a fome negra

100cm x 100cm | técnica mista

orbitas vazias cheias

125cm x 165cm | técnica mista

a dizer outra vez que há uma última vez (pormenor)

100cmx100cm | técnica mista encáustica

a dizer outra vez que há uma última vez

100cmx100cm | técnica mista encáustica

nove dias em flutuar

100cmx100cm | técnica mista encáustica

últimas vezes em que implora

100cmx100cm | técnica mista encáustica

últimas vezes em que implora (detalhe)

100cmx100cm | técnica mista encáustica

os homens de barro 2

125cmx165cm | técnica mista

os homens de barro 1

125cmx165cm | técnica mista

os homens de barro 3

125cmx165cm | técnica mista

o homem com qualidades (detalhe)

300x150cm | Técnica mista encáustica sobre tela

o homem com qualidades (detalhe)

300x150cm | Técnica mista encáustica sobre tela

o homem com qualidades (detalhe)

300x150cm | Técnica mista encáustica sobre tela

o homem com qualidades

Diptico | 300x150cm | Técnica mista encáustica sobre tela

que faria eu faria como ontem como hoje

100cmx100cm | técnica mista encáustica

O Homem do peso

165cmx125cm técnica mista

O Homem do peso

165cmx125cm técnica mista

que faria eu sem este silêncio

100cmx100cm | técnica mista