Paulo  Robalo

Maquina de Teclar Pensamentos- 2017

Máquina de Teclar Pensamentos

Encenação plástica e sonora

A Máquina de Teclar Pensamentos apresenta um dispositivo plástico, sonoro e videográfico que promove o encontro entre uma família de desenhos de escala generosa, a dramaturgia de um texto e a construção de um design sonoro. Pretende-se criar no espaço uma atmosfera que balança entre a representação teatral e uma apresentação de artes plásticas.

Esta exposição nasceu da produção de uma sequência de desenhos de cabeças veladas em rotação de 360 graus e reflecte uma fusão entre a anatomia das figuras cegas e elementos que constituem uma máquina de escrever, numa tentativa de promover a reflexão em torno de questões relacionadas com a condição humana que vêm no seguimento do meu processo de criação artística.

Para enriquecer este projecto convidei o Luís Robalo, que criou um texto onde se estabelece um diálogo interior de uma cabeça consigo própria; o David Diogo, que idealizou e compôs a sonoplastia constituída por ambiências sonoras retiradas do meu trabalho no atelier e dos sons produzidos por uma máquina de escrever.

Para completar esta fusão foram convidados a interpretar o texto o seu autor, as actrizes Cristina Cavalinhos e Joana Marques e o actor João Didelet.

Foi ainda convidado a integrar esta família o Miguel Diogo que criou um filme de promoção da exposição e um registo vídeo dos autores numa espécie de leitura encenada do texto.

O princípio deste projecto foi apresentado a 7 de Maio de 2016 no Atelier/Galeria Passevite em Lisboa e continua em desenvolvimento.

Paulo Robalo

Maquina de Teclar Pensamentos

Sair

Maquina de Teclar Pensamentos